Cooperativa Central de Produtores Rurais de Minas Gerais moderniza gestão com SAP S/4HANA

Maior cooperativa de leite do Brasil levou cinco meses para modernizar a gestão junto às 32 cooperativas agropecuárias, para garantir a jornada à transformação digital.

A CCPR – Cooperativa Central de Produtores Rurais de Minas Gerais, maior cooperativa de leite do Brasil, completou um período de transição marcado pela reestruturação de suas operações e a conversão digital o para sistema de gestão SAP S/4HANA. O projeto, que teve duração total de apenas cinco meses, foi iniciado para modernizar a gestão junto às 32 cooperativas agropecuárias, garantir uma base de backoffice sólida no seu digital core e que permita alavancar os planos de inovação da empresa, que tem forte atuação nos estados de Minas Gerais e Goiás.

O planejamento e preparação do projeto foi desenvolvimento em duas frentes, uma de definição do business case e outra focada na infraestrutura tecnológica. “O business case foi essencial nesse momento do projeto. Ele foi construído levando em consideração a experiência de outros clientes, cases semelhantes, reuniões com parceiros e conversas internas”, afirma Daniel Paiva, Head de TI da CCPR. No caso da infraestrutura, diversos requisitos técnicos ligados à conversão foram verificados, além do volume dos códigos customizados.

Para ter sucesso em um projeto de conversão, garantindo a continuidade da operação, a CCPR optou por fazer uma definição precisa da trilha de sustentação, que garantisse a continuidade do suporte, com uma trilha de projeto, listando todas as interações, tais como legados, cópias de ambientes para o ciclo de conversão técnica, incluindo testes unitários e integrados.

Além disso, a CCPR fez diversos exercícios de conversão técnica, calculando e recalculando o downtime para garantir que o momento de virada dos sistemas acontecesse com segurança durante o recesso de fim de ano da cooperativa, em dezembro. “Utilizamos alguns programas da própria SAP para fazer a detecção, recomendação e tratamento dos códigos customizados”, conta o Head de TI.

Entre os principais desafios do projeto, Paiva relata a dimensão inesperada na base de parceiros de negócios da cooperativa para adequação ao Customer Vendor Integration. “O processo foi subestimado e tivemos que fazer um plano rigoroso para sanear nossa base e absorver as novas funcionalidades para cadastro”, conta. Segundo o executivo, o Customer Care da SAP também foi essencial para o processo de transição do sistema de gestão para o SAP S/4HANA. “Tivemos acompanhamento semanal antes do go live e suporte pós go live do parceiro Seidor, que acompanhou todo o projeto conosco e nos trouxe muitos benefícios em termos de conhecimento”, adiciona Paiva.

Os próximos passos da CCPR contemplam, ainda em 2021, a implementação das soluções SAP Analytics Cloud e da plataforma de desenvolvimento SAP Business Technology Platform (SAP BTP) que reúne aplicativos inteligentes com recursos de gerenciamento de dados e banco de dados, funções analíticas, integração e extensão em uma única plataforma para ambientes híbridos e na nuvem, incluindo centenas de integrações pré-incorporadas para aplicativos da SAP e de terceiros. A empresa também analisa as soluções de logística com o SAP Transportation Manager para simplificar a gestão de frota, reduzindo a complexidade da operação logística.

Para Jackson Borges, vice-presidente de Strategic Industries da SAP Brasil, a transição da CCPR para o sistema de gestão SAP S/4HANA em cinco meses demonstra o comprometimento com os objetivos de transformação digital da cooperativa. “A gestão com o apoio do novo ERP definitivamente permitirá com que a CCPR eleve o seu nível de gestão junto aos cooperados e amplifique as ações da sua estratégica de crescimento e de inovação na produção”.