Humanização no trabalho e valores da vida impactam na digitalização

O especialista Clóvis de Barros Filho e Moises Correia, diretor de RH para a América Latina da UnitedHealth Group, participam de bate-papo mediado por Marcus Almeida, vice-presidente na SAP SuccessFactors.

Transformação digital e humanização: a união destes dois conceitos foi tema de um bate-papo entre o especialista Clóvis de Barros Filho e Moises Correia, diretor de RH para a América Latina da UnitedHealth Group, mediado por Marcus Almeida, vice-presidente na SAP SuccessFactors, da SAP, sobre digitalização e humanização da área de recursos humanos e valores da vida. O departamento de RH tende a avançar rumo a um futuro mais tecnológico, principalmente no pós-pandemia, depois da experiência com a implantação do trabalho remoto de quase todos os profissionais.

Moises Correia apontou que, na pandemia, grande parte do pessoal do United Health Group – um conglomerado da área da saúde – foi para a frente de batalha, claro, sendo altamente impactado. Para endereçar as questões relacionadas a isso, a companhia criou o que chamou de “comitê de soluções”, que vigora até hoje, com executivos e a alta liderança desenvolvendo estratégias e dando respostas às pessoas. Também foram criados canais de comunicação, fornecido auxílio psicológico dentro do programa United Care, realizados eventos virtuais e revisados benefícios para se ajustarem à nova realidade dos funcionários.

Outro desafio foi colocar cerca de 7 mil pessoas em home office. “Foram desafios de infraestrutura, de adaptação e não estávamos preparados para isso, assim como outras organizações também não estavam. Mas funcionou muito bem; tivemos engajamento das pessoas”, relatou. O grupo contratou, entre março e agosto deste ano, quase 4 mil pessoas.

Depois da aquisição da Amil, em 2012, o grupo tratou de atualizar o parque tecnológico e investiu em ferramenta para capital humano com objetivo de melhorar a experiência dos colaboradores. “Eles querem coisas quase instantaneamente, quererem tratar online; e, para satisfazer esse anseio, trabalhamos para isso”, disse.

Valores

Para Clóvis de Barros Filho, o homem tem a prerrogativa de refletir sobre os principais valores e traçar as estratégias para preservá-los e alcançá-los. “Toda e qualquer técnica tem de estar a favor da vida e não o contrário. O homem é soberano, lúcido e capaz de identificar as técnicas mais adequadas; cabe a ele pensar sobre os grandes valores da vida”, disse.

Sobre como manter a felicidade e ter uma relação saudável dado o momento atual, o especialista disse que a quarentena e a atual reclusão não são uma antessala para uma vida de primeira classe que está por vir. “Toda inovação deve permitir ao homem buscar seus maiores valores”, afirmou. “Um dos grandes valores da vida é servir, é estar a serviço de, é oferecer um momento de alegria. Acredito que a pandemia é momento para perceber o quanto os outros precisam de nós.”

Ao refletir sobre como levar a vida, Clóvis de Barros Filho destacou que não se deve subir degraus sem saber onde a escada vai dar. “Muitas vezes o cotidiano nos faz subir os degraus sem refletir o que esperamos da vida em sentido maior”, apontou.