Amazonas Energia e Roraima Energia reestruturam negócios com a tecnologia

Projeto de transformação digital passa pela modernização da gestão com o uso do SAP S/4HANA como suporte aos principais processos de back office. Empresas também elegeram a nuvem para agilizar a tomada de decisão.

A Amazonas Energia e a Roraima Energia, empresas responsáveis pela distribuição no Norte do Brasil após conclusão do processo de privatização e transferência da operação ao longo de 2018 e 2019, iniciaram a reestruturação das empresas para as novas necessidades de negócios e firmaram parceria com a SAP para se tornarem mais produtivas e modernizar a gestão. Para esta fase do projeto, elas estão adotando o SAP S/4HANA para dar suporte aos principais processos de back office. Essa iniciativa é uma das ações constantes no Plano de Transformação em andamento nas empresas.

Fabio Fick, diretor administrativo da Amazonas Energia, explica que a modernização da gestão visa integrar os processos e ampliar a qualidade das informações, além de reduzir os custos operacionais, agilizar o fechamento contábil e simplificar os processos para prestação de contas e atendimento aos requisitos regulatórios. A integração das informações também facilitará e agilizará o processo decisório das Empresas.

“Ao assumirmos a operação das distribuidoras, tínhamos em mente a necessidade de reestruturar a operação considerando duas grandes frentes – a mudança cultural e o habilitador tecnológico, e a SAP foi escolhida como a melhor parceira pela qualidade dos projetos existentes em empresas do setor elétrico e o suporte necessário para garantir que estamos construindo uma operação que segue os melhores padrões globais de governança e transparência das informações”, explica Fick.

Nuvem agiliza a tomada de decisão

A implementação e consultoria tecnológica começou em outubro e será concluída em junho deste ano. A empresa escolhida para ajudar nessa implementação foi a Meta. A primeira fase prioriza os processos contábeis e financeiros, planejamento de obras e logística da operação, atendimento aos requisitos regulatórios e, na segunda fase, prevista para 2021, contemplando folha de pagamento e recursos humanos.

Fick explica ainda que as duas distribuidoras contam com um plano de investimento robusto para os próximos cinco anos e a reestruturação do back office é um passo importante para que todos os projetos sejam bem-sucedidos e a empresa alcance os resultados esperados. Os acionistas Oliveira Energia e Atem, não tem medido esforços em apoiar e decidir rapidamente sobre as ações necessárias na transformação das Empresas.

“A SAP tem forte presença no setor elétrico e, dada a complexidade da operação, exige uma gestão acurada, com processos integrados e que possibilite uma visão 360º para tomada de decisão”, explica Rui Botelho, vice-presidente da área de Digital Core da SAP Brasil. O executivo destaca que o SAP S/4HANA é um habilitador importante para que a Amazonas Energia e Roraima Energia possam adotar as mais modernas tecnologias de operação, como internet das coisas e machine learning para investimento em manutenção preditiva, por exemplo.

As empresas também estão implementando o SAP Cloud Platform para integrar todas as linhas de negócios, incluindo melhorias analíticas no planejamento e tomada de decisão; e a solução para gerenciamento de despesas de viagens SAP Concur, para controle das despesas e reembolsos de todos os funcionários.