IA e robôs ajudam empresas a serem mais eficientes no recrutamento

Jackson Borges, VP de HCM da SAP Brasil, explica por que as empresas devem analisar a experiência dos colaboradores

Dentro da estratégia da SAP de unir sentimentos e emoções à tecnologia, o uso de novas tecnologias, como a inteligência artificial (IA), permite que o monitoramento da jornada dos colaboradores se transforme em um aliado das empresas, conforme explicou Jackson Borges, vice-presidente de Gestão do Capital Humano (Human Capital Management, HCM). Ele observou que as empresas com alto engajamento dos seus colaboradores têm incremento substancial na receita.

Em entrevista à Agência SAP NOW, Jackson Borges observa o impacto da tecnologia no dia a dia empresarial. “Os robôs têm ajudado as empresas tanto do ponto de vista de eficiência quanto do ponto de vista da qualidade da informação. Eles auxiliam, por exemplo, as empresas que fazem recrutamento em massa a serem mais eficientes”, disse. Borges comentou também como a IA auxilia nas atividades rotineiras do departamento de recursos humanos (RH).

Acompanhar a jornada dos colaboradores também contribui para a redução do gap entre a percepção das companhias e a dos funcionários. “Hoje em dia, as empresas não têm capacidade técnica e operacional para ouvir mais vezes. E as pessoas terminam fazendo uso da informação só em momentos isolados. Com este tipo de tecnologia e com inovação, as empresas conseguirão fazer isto [pesquisas de satisfação] mais vezes, por exemplo, no retorno de uma licença-maternidade”, afirmou.

Entre as tecnologias em destaque para fazer o monitoramento, Borges destacou o Success Factors SAP, que coleta os dados operacionais, e Qualtrics, para o cruzamento de dados, informações analíticas e reconhecimento de sentimentos dos colaboradores.

Acompanhe a entrevista em vídeo: